12 setembro 2013

Ainda lá em cima?


Começa o campeonato e Fellype Gabriel, um dos mais importantes da equipe, vai embora.

"É, agora complicou. Já era."

Aí vem Vitinho, que em dois tempos evolui de promessa pra realidade.

"Ah não, uma hora vai cair. O elenco é fraco."

Então, Vitinho se vai.

"Viu, não disse? Agora acabou, vamos de vala".

Eis que da Baixada Fluminense surge um menino.

"Hyuri? Oi? Pra quê o H? Quem é? Quem trouxe? Então quer dizer que o substituto do Vitinho vem do AUDAX?"

O menino estreia, pega a bola, dribla o zagueiro, o lateral, o juiz, o gandula e presenteia 6 mil leais torcedores com o gol mais bonito do novo Maraca.

"Não sei, não confio nesse time. Quando tudo estiver ganho, vamos tomar um gol no final e nos decepcionar. O G4 é lucro."

E no final do jogo seguinte, com um voleio improvável, vindo de quem não sustenta técnica pra isso, vem mais uma vitória e a distância pro líder é mantida.

Hoje, 0 x 0, 40 do segundo tempo e o líder a aumentava.

"É, já esperava. Como disse, o G4 é lucro."

44 minutos. O mais contestado do time acerta um passe trigonométrico e o menino, mais uma vez, faz um golaço.

"Bom, vamos embora logo... GOL! GOLAÇO! HYURI! TU JOGA MUITO, MOLEQUE!"

E o Vitinho? E a desconfiança?

"Hã? Quem?"

E o Botafogo?

Esse aí, pergunta pra tabela.

"Mas eu conheço o Fogão. Cavalo Paraguaio, uma hora vai desandar. Já sabemos como é".

Pois bem. Já chegamos à 20ª rodada e o "cavalo paraguaio" resiste. 

Sabemos mesmo como é?

Eu ainda não.

@_LeoLealC

2 comentários:

  1. Parabéns lek, ficou muito foda!!
    Guilherme.

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o texto, parabéns

    ResponderExcluir