03 maio 2013

É a vez do Galo!

Esqueça o poder e a mística da camisa do São Paulo e do Morumbi, pelo menos por hoje.

Esqueça o "azar" de Cuca.

Esqueça que mata-mata de Libertadores é guerra e que o bom futebol nem sempre se dá bem.

Esqueça a perda de favoritismo do Atlético por se tratar de uma igualdade em condições com o tradicional copeiro Tricolor.

Esqueça que ele possa ter cavado sua própria cova ao não eliminar o Tricolor há duas semanas.

Massacre o Lúcio, são-paulino. E esqueça essa necessidade de um jogador "mais experiente" no elenco. Prefira um Ganso aos 23 do que um Lúcio com 34.

Não esqueça que o Galo é melhor e por isso canta mais alto. Exalte-o.

Não só por vencer, mas por se impor e saber controlar com tanta frieza a posse de bola na casa do adversário em uma decisão.

Exalte-o por ser melhor e fazer a bola vencer a tradição da camisa, tão decisiva em mata-matas.

Exalte-o por se divertir em campo, né Ronaldinho? Hoje você tinha razão!

Exalte-o por ser favorito, coisa que antes não lhe era cabível.

Exalte-o por jogar futebol, mesmo quando a ocasião lhe sugere o contrário.

Nada está garantido, afinal do outro lado está o São Paulo Futebol Clube, que tem camisa e time o suficiente pra reverter a situação e fazer com que este texto perca o sentido, assim como esse

Mas hoje é dia de cantar de Galo. É dia de futebol. É dia de Atlético Mineiro!

Cante, Galo! É a sua vez...

@_LeoLealC

Um comentário:

  1. Excelente texto! Meus parabéns! Muito sucesso nessa sua jornada!

    ResponderExcluir