14 maio 2013

Tá ruim, mas e daí?


























Quando Felipão assumiu, frizei aqui que sua volta se deu muito pela necessidade de alguém com personalidade, que faça o que achar melhor por confiar no próprio taco.

Os jogadores? Não gostei.

Luiz Gustavo é bom jogador, Bernard é ótimo e vai ser craque. Mas ainda acho que os dois são para 2018, não pra agora. Também gosto do Jádson, mas vejo melhores opções. Eu levaria Ramires, Kaká e Zé Roberto ao invés dos três. Ainda é hora do Zé!

Damião foi uma promessa de craque que se tornou um jogador comum, Hulk dificilmente me convencerá um dia de que é jogador pra Seleção. Assim, eu levaria Ronaldinho e Pato, que mesmo irregular, ainda me passa mais confiança.

Mesmo que o histórico recente de Ronaldinho seja um motivo pra desconfiança, é um pecado não levá-lo pela bola que está jogando. Com ele, Kaká, Zé Roberto, Oscar e Lucas, teríamos alternativas para cada estilo de jogo: veloz ou com toque de bola, agressivo ou cadenciado. Opções mais cabíveis e mais brasileiras do que a força.

Também não entra na minha cabeça a ideia de improvisar um volante na lateral quando se tem opções, mesmo que poucas. Jean é um ótimo volante e na minha Seleção entraria no lugar do Hernanes, mas nunca na lateral direita, onde eu chamaria o Marcos Rocha.

Na esquerda, acho o Filipe Luís fraco. Prefiro o Adriano do Barça, mesmo não sendo um grande jogador.

Eu levaria Ramires, Kaká, Ronaldinho, Zé Roberto, Marcos Rocha, Adriano e Pato ao invés de Luiz Gustavo, Jádson, Hulk, Hernanes, Filipe Luís, Bernard e Damião.

Achei a convocação ruim. Sua seleção pode ser diferente da minha, mas não creio que seja igual à do Scolari.

O que admirei? A coragem e o peito de Felipão pra bancar suas convicções e não ouvir a imprensa. E é isso que me faz acreditar, pois em 2002 o caminho foi parecido.

Ele deixou claro que a base é essa e os medalhões serão opções de emergência, caso a garotada não dê certo nas Confederações.

Tá ruim? Sim. Mas é o que tem pra hoje.

Já foi pior! Ou vocês preferem Felipe Melo e Michel Bastos?

Peço-lhes por experiência própria: torçam, acreditem!

Falo isso porque torci contra em 2010 e comemorei igual um babaca os gols da Holanda. Hoje, lembro daquilo e vejo o quão imbecil eu fui.

Torci contra a Seleção pelo técnico, por alguns jogadores e pela CBF, sendo que técnico, jogadores e diretoria do meu time eram bem piores e nem por isso deixei de torcer.

Copa das Confederações e Copa do Mundo serão aqui. A Seleção precisa dos brasileiros mais do que nunca.

Largue a hipocrisia, esqueça o orgulho besta. Apoie.

A partir de agora, tô contigo Felipão!

"Nós não somos um estado, nós não somos um time. Nós somos o Brasil."

E você, é o que?

Pra cima deles, Canarinho!

@_LeoLealC

9 comentários:

  1. To orgulhosa amigo (: My.

    ResponderExcluir
  2. Gostei da sua autocrítica, viado!

    ResponderExcluir
  3. concordo em gênero, número e grau. Menos o kaká pq ele é amarelão..

    ResponderExcluir
  4. Excelente texto, só discordo sobre o Luiz Gustavo. Ele é 1º volante e joga hoje no melhor time do planeta (Bayern), já o Ramires é mais 2º volante, briga por posição com Paulinho e até msm o Hernanes, que também sabe fazer essa função.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom! Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. E né, td bem me convenceu, não gostei da escalação, mas o que nos resta é torcer, Mano fez uma convocação cheia de estrelas e nada conseguiu então vamos ver o q dá.

    ResponderExcluir